Ads Top

Suíça registra mais de 860 casos de efeitos colaterais em pessoas vacinadas contra o Coronavírus



A idade média das pessoas afetadas foi de 64 anos, com 42,7% tendo 75 anos ou mais. Segundo dados da Swissmedic, algum tempo depois da vacinação, 37 pessoas morreram, com idade média de 84 anos, muitas com doenças graves.


A agência médica reguladora da Suíça, a Swissmedic, encontrou pelo menos 862 casos de efeitos colaterais em pessoas que tomaram vacina contra a COVID-19 no país.


"Em 23 de março de 2021, a Swissmedic, em cooperação com os centros regionais […], avaliou 862 notificações de suspeitas de reações adversas a medicamentos de vacinações [contra a] Covid-19 na Suíça. Os relatórios confirmam o perfil de efeitos colaterais conhecido dos estudos de aprovação ou listados nas informações do medicamento", lê-se na nota da Swissmedic

A agência médica reguladora acrescenta que não foram detectados novos problemas relacionados à segurança das vacinas e destaca que os casos de efeitos colaterais em questão não alteraram a correlação positiva entre os benefícios e os riscos associados às duas vacinas licenciadas na Suíça: o imunizante dos laboratórios Pfizer/BioNTech e o da farmacêutica Moderna.


De acordo com a Swissmedic, dos 862 casos, 460 correspondem à vacina Comirnaty da Pfizer/BioNTech, e 393 são relacionadas à vacina da Moderna. Em nove casos não foi especificado qual vacina foi utilizada.

Detalhes dos casos de efeitos colaterais

As mulheres constituíam 67,9% dos afetados, enquanto os homens respondiam por 28,2%. Em 3,9% dos casos o sexo da pessoa não foi indicado. Entre todos os efeitos colaterais, 599 casos (69,5%) foram classificados como não graves e 263 (30,5%) como graves.


A idade média das pessoas afetadas foi de 64,4 anos (variação de 16 a 101 anos), com 42,7% tendo 75 anos ou mais. Segundo dados da Swissmedic, algum tempo depois da vacinação, 37 pessoas morreram, com idade média de 84 anos, muitas com doenças graves.


"Esses [últimos] casos foram analisados ​​com especial cuidado. De acordo com os dados disponíveis hoje, as mortes foram causadas por infecções, eventos cardiovasculares, doenças nos pulmões ou no aparelho respiratório, contraídas antes da vacinação", afirma o comunicado.

A Suíça já registrou 9631 óbitos causados pela COVID-19 e 592 mil de casos da doença. Já foram administradas 1.248.096 doses de vacinas contra a doença no país.




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.