Ads Top

Luciano Huck é chamado de "o próximo presidente do Brasil" em Davos, por secretária executiva


Na última quinta-feira 23 de Janeiro de 2020, Luciano Huck teve seu momento de protagonismo no Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos, na Suíça. De acordo com a Folha de S. Paulo, ele palestrou no painel a respeito dos protestos de rua na América Latina. Foi chamado de "o próximo presidente do Brasil" pela secretária executiva da Comissão Econômica para América Latina e Caribe da ONU, Alicia Bárcena Ibarra.

Veja o vídeo:


                                                              Alicia Bárcena Ibarra - (Foto Reprodução)

O apresentador do Caldeirão ainda não confirmou sua pré-candidatura à Presidência em 2022, mas intensificou a participação em eventos políticos e tem um discurso típico de quem ambiciona as urnas. Em Davos, chegou a citar casos de assistência social exibidos em sua atração na Globo para ressaltar a importância do combate à desigualdade.

O possível afastamento do comunicador prejudicaria a Globo. O Caldeirão do Huck assegura liderança isolada no Ibope e gera um dos maiores faturamentos entre os programas semanais da casa. Não seria viável apenas colocar um substituto. A emissora precisaria encontrar novo formato de atração para o horário e escalar um apresentador igualmente carismático para evitar perda relevante de público. Tudo indica que Marcos Mion ou Márcio Garcia, um desses 2 podem substituir Huck e respectivamente Faustão aos Domingos. 


LEIA TAMBÉM


EM 2019 JÁ ANTECIPÁVAMOS: LUCIANO HUCK O CANDIDATO PREPARADO

Antes das Eleições de 2022: Luciano Huck defende doações privadas em campanha eleitoral e parlamentarismo

De olho nas eleições de 2022: Luciano Huck comenta anulação de acusações contra Lula, e diz: ¨Figurinha repetida não completa álbum¨

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.