Ads Top

Dória diz que polarização de Lula e Bolsonaro é mal para o País, porém é benefício para ele e Huck


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse na última segunda que a polarização favorece os extremistas, mas que o Brasil é "muito maior do que Lula e Bolsonaro". A reação de Doria ocorreu através das redes sociais, pouco tempo depois da notícia de que o ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), anulou todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela Justiça do Paraná.

"Bolsonaristas radicais propagam a ideia de que ser contrário ao presidente [Bolsonaro] é ser favorável a Lula, e vice-versa. A polarização favorece os extremistas, que destroem o país. O Brasil é muito maior do que Lula e Bolsonaro", disse ele. Lula estava impedido de concorrer a cargos políticos por esbarrar na Lei da Ficha Limpa, já que estava sob condenação da Justiça. Agora, com a anulação das condenações no âmbito da Lava Jato, o ex-presidente volta a ter a possibilidade de se sair candidato.



" LULA VAI AJUDAR O DÓRIA A DERRUBAR BOLSONARO EM 2022. NUNCA FOI O PLANO LEVAR O PT AO PODER. A ALIANÇA SERÁ FEITA NO SEGUNDO TURNO. NÃO IMPORTA QUEM VENHA O OBJETIVO É TERMOS UM OPÇÃO GLOBALISTA E NÃO IDEOLÓGICA MAIS." - FHC


Fernando Henrique Cardoso SOLTOU o plano, e o povo-gado ainda não entendeu e ficam nessa de: " Não  DÓRIA não ganha ". Oh oh acorda Biden também não ganhava e ganhou. Eles (elite) vão oferecer o que o povo quer, se querem vacina, quem é o atual zé gotinha do Brasil?

Claro que sabemos que a popularidade de Dória é mal quista, mas a de Luciano Huck não. 


Se Dória não vencer, a síntese ainda tem Huck. Faltam 1 ano e 8 meses para começar, porém o palco tá sendo montado desde já. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.