Ads Top

Estranhas explosões acontecem na China; Governo Chinês planeja ter todo o País coberto com 5G até 2025

 


Na China, dez explosões em sete dias antes da reunião do partido comunista tem chamado a atenção e levantado perguntas. 


A China tem mão de ferro na estratégia de controle do partido – lá você não faz perguntas ou relata histórias negativas pois as consequências podem ser histórias negativas reais, como explosões. Você já ouviu falar dessas explosões que estão abalando a China frequentemente? Caso não, isso se deve ao fato de que Pequim está garantindo que a maioria da mídia não as relate.


O PC Chinês e a máquina de propaganda comunista estão escondendo explosões de alta intensidade em todo o país. Ao menos 10 explosões puderam ser relatadas todas no prazo de uma semana. 10 explosões em um país em menos de uma semana? 



O que está acontecendo e quem está por trás dessas explosões? Quantas vidas foram perdidas e quantos feridos foram contabilizados? A China simplesmente não dirá, mas vamos tentar descobrir, começando por observar onde e quando essas explosões ocorreram. 



A primeira foi relatada no dia 21 de outubro e aconteceu na província de Liaoning em um hotel. Foi de alta intensidade, cinco pessoas morreram e mais 47 outras ficaram feridas.


Um dia depois houve outra explosão desta vez no interior da Mongólia, relatada em uma fábrica de produtos químicos. Novamente foi de alta intensidade e quatro pessoas morreram, pelo menos três outras ficaram feridas.


Dois dias depois foram mais duas explosões, uma na cidade de Vafangdian outra em Nanjing, e a segunda foi em um laboratório da universidade local. Não foi um daqueles experimentos químicos que deu errado ou uma explosão de tubo de ensaio, esta explosão matou pessoas, pelo menos quatro.


 No dia seguinte houve outra explosão em outra universidade desta vez foi no campus huang dao da universidade de Shandong, onde uma explosão abalou o portão norte e nada foi relatado sobre vítimas ou feridos.


Um dia após esta explosão ocorreram três explosões de alta intensidade em três províncias chinesas. Em Shandong, alguns caminhões estacionados na cidade da província de Zebo explodiram misteriosamente, alguns disseram que a explosão foi tão forte que as pessoas que estavam à 20 quilômetros do local ficaram aterrorizadas por terem sentido o impacto.


No mesmo dia, mais duas explosões abalaram Guandong e Jiangxi. No dia 27 de outubro, outra explosão abalou Guangdong. Não se sabe muito sobre onde exatamente isso aconteceu ou quantas pessoas foram feridas ou mortas, mas sabemos que no mesmo dia uma explosão também atingiu a cidade de Anjin, então são 10 explosões que contamos até agora.10 explosões, 13 mortes e muitos mais feridos em apenas sete dias na China e isso apenas no papel. É difícil dizer o quão pior a história ainda pode ser. 


A pergunta é: Por que as explosões de alta intensidade estão ocorrendo na China? São estes apenas acidentes ocasionais estranhos ou ataques coordenados? Há grupos específicos como alvos? Os laboratórios estão explodindo, caminhões estacionados com segurança, restaurantes de rua assim como complexos residenciais. É difícil dizer se eles estão conectados mas é ainda mais difícil descartar um jogo sujo da China à qual nada pode ser tomado ao pé da letra. 


Este é um país famoso por seus expurgos, qualquer um na China pode desaparecer misteriosamente, não importa se você é o chefe do Alibaba ou o chefe da Interpol. Vale questionar se essas explosões são parte de uma campanha de expurgo na China tentando se livrar de alguns dissidentes, tendo a mídia chinesa o papel de descartar esses acidentes explosivos como se fossem uma negligência sistêmica? Na verdade foi isso que eles disseram. 


Mas aqui está algo que você deve considerar: as explosões precederam a plenária do partido comunista chinês. O momento é muito significativo, o comitê central da PCC estava se reunindo em Pequim para o presidente chinês impor sua autoridade sobre seu país e sobre seu partido. Esta era a sua chance de se colocar como uma força maior do que Mao Zedong. Xi Jinping quer o título de líder mais poderoso da China e teve êxito em garantir um terceiro mandato nesta reunião.


A reunião é uma preparação para o 20º Congresso do partido que acontecerá no próximo ano, quando se é esperado que seja entregue a Xi um terceiro mandato. A reunião de agora garantiu apenas que os espinhos fossem retirados do caminho de Xi e os membros do partido comunista chinês estão revisando os anos passados, é o que eles dizem, tentando esboçar um mapa para a estrada à frente. 


 A estrada não parece muito lisa, existem vários obstáculos nela. Mas o plano de dominação mundial da China não pode ser impedido.



Xi Jinping foi nomeado o “capitão” da China e todos os espinhos no lado do Partido Comunista foram removidos.



A China está nas mãos de Jinping



Jiang Jinquan, líder do Partido Comunista da China e funcionário do Gabinete de Pesquisa Política do Comitê Central do PCC, disse: “O povo chinês é agora a espinha dorsal do Comitê Central e do partido como um todo. Ele é o líder de um vasto império chamado de “Reconstrução da Nação Chinesa.” Uma grande cúpula do PCC na quinta-feira aprovou uma "resolução histórica" destacando as conquistas da liderança de Xi desde 2012 e elevando a estatura do líder chinês. A China deve realizar eleições presidenciais no próximo ano, mas antes disso todos os obstáculos ao caminho de Xi Jinping foram removidos e todos os oponentes foram “aproveitados.”



O Partido Comunista usou o termo “timoneiro” para Xi Jinping, significando “capitão” e antes de Xi Jinping o termo era usado para Mao Zedong, o fundador da China moderna, e não era usado para qualquer outra pessoa na China. No entanto, agora é usado para descrever Xi Jinping, enfatizando sua importância na atual estrutura política e social chinesa. 


A resolução de 14 páginas elogiou o mandato de Xi Jinping. Depois que a sessão terminou na quinta-feira, a “resolução histórica” foi revisada e aprovada. Esta é a terceira vez nos 100 anos de história do Partido Comunista que uma resolução é aprovada chamando o líder do país de “capitão”. Cerca de 400 líderes do Partido Comunista participaram da sessão. Deixe-me dizer-lhe que na China, o presidente Xi Jinping é visto como o 'Príncipe' do país. Xi Jinping é filho do ex-vice-primeiro-ministro chinês Xi Zhongzhou, que tinha uma visão liberal que o incomodava muito com Mao Zedong. No entanto, além de seu pai, Xi Jinping fez seu nome e alcançou o cargo de vice-presidente durante o mandato do ex-presidente Hu Jintao.



Deixe-me dizer-lhe que existem três centros de poder na China e Xi Jinping detém todas as três posições. Xi Jinping é o secretário-geral do PCC do país, presidente da poderosa Comissão Militar Central do país, bem como o presidente do país. Ao mesmo tempo, especialistas afirmam que Xi Jinping está mostrando sua força e se retratando como um herói do país.



Xi Jinping empurrará o mundo para a guerra?




De acordo com Xi Jinping, a China está crescendo, enquanto o crescimento do Ocidente está diminuindo. Xi Jinping acredita que, embora “o tempo e a velocidade” o acompanhem, Taiwan continuará sendo um importante ponto de inflamação nos anos que virão se essa questão não for resolvida brevemente. A abordagem da China e dos Estados Unidos com relação a Taiwan é bem diferente e é claro que a maioria dos taiwaneses não quer cair sob os estritos calcanhares do PCC. A China continua a enviar sinais de guerra a Taiwan, incluindo ações militares. Além disso, a disputa entre a China e os Estados Unidos está no auge, então Xi Jinping também abriu uma frente contra a Índia. Ou seja, Xi Jinping não se intimidará em arrastar o mundo à beira da guerra para influenciar a política interna, então há pouca esperança agora de que, sob Xi Jinping, a agressão chinesa diminua e a China esteja no caminho da paz. O dragão vermelho em breve desfirirá o seu golpe. 




O assunto China, em seu diferentes aspectos, seja sua influência mundial, seu papel geopolítico, enconômico, bélico - sua disputa por Taiwan - seu controle tecnológico sobre a população e sua perseguição aos cristãos. 



CHINA QUER 5G EM TODO O PAÍS ATÉ 2025


Todas as cidades e vilas na China, bem como a “maioria” das aldeias, serão cobertas por redes 5G até 2025, anunciou o Ministério da Indústria de Pequim em um novo plano de desenvolvimento de infraestrutura.



Segundo o plano, o número de estações-base 5G por 10.000 pessoas aumentará para 26, e as redes de fibra óptica gigabit serão estendidas à maioria das áreas urbanas e rurais da China , anunciou o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação (MIIT) na terça-feira.



A infraestrutura digital foi definida como uma “indústria estratégica, básica e pioneira para ajudar a construir um novo tipo de infraestrutura digital e apoiar o desenvolvimento econômico e social ” , de acordo com o funcionário do MIIT Xie Cun.



A tecnologia da informação estará “profundamente integrada” com a economia e a sociedade, com o objetivo de estimular a inovação na Internet e criar um boom empresarial, acrescentou o ministério. Enquanto isso, as autoridades estão trabalhando em “um novo tipo de sistema de supervisão ”, bem como em medidas para proteger as informações e dados pessoais dos usuários.


O Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China (MIIT) divulgou planos para mais do que triplicar o número de estações base 5G nos próximos quatro anos, visando um total de 3,64 milhões até o final de 2025.


De acordo com esse plano, a China pretende ter 26 estações base 5G para cada 10.000 pessoas até o final de 2025. Em comparação, em 2020, havia cinco estações base 5G para cada 10.000 pessoas na China.


O plano também prevê que a taxa de penetração de usuários 5G no país cresça de 15% em 2020 para 56% em 2021.


Xie Cun, diretor do departamento de desenvolvimento de informação e comunicação do ministério, disse que as operadoras chinesas já implantaram mais de 1,15 milhão de estações base 5G, representando mais de 70% do total global, e a cobertura da rede 5G foi alcançada em áreas urbanas de todas as cidades de nível de prefeitura. O responsável disse ainda que a cobertura 5G atinge 97% dos concelhos e 40% das cidades rurais de todo o país.


Xie disse que o 5G já foi usado em 22 setores, incluindo manufatura industrial, mineração, portos, assistência médica, educação e entretenimento.


“Na próxima etapa, trabalharemos com outras partes para nos concentrar na promoção de aplicativos 5G em 15 setores que visam o consumo de informações, economia real e serviços de subsistência das pessoas. ”


Enquanto isso, Wang Zhiqin, vice-chefe da Academia Chinesa de Tecnologia da Informação e Comunicação, um grupo de estudos do governo, disse que a China terá construído a maior e mais extensa rede 5G Independente do mundo até o final de 2025.


As operadoras chinesas registraram um ganho líquido de 43,88 milhões de assinantes 5G em setembro, de acordo com os últimos dados disponíveis das operadoras.


5G NÃO FEZ BEM PARA A NOSSA SAÚDE: 


A indústria de telecomunicações e seus especialistas acusaram muitos cientistas que pesquisaram os efeitos da radiação do telefone celular de "fomentar o medo" com o advento da tecnologia sem fio 5G. Visto que muitas de nossas pesquisas são financiadas com recursos públicos, acreditamos que é nossa responsabilidade ética informar o público sobre o que a literatura científica revisada por pares nos diz sobre os riscos à saúde da radiação sem fio.



O presidente da Federal Communications Commission (FCC) anunciou recentemente por meio de um comunicado à imprensa que a comissão em breve reafirmará os limites de exposição à radiação de radiofrequência (RFR) que a FCC adotou no final dos anos 1990. Esses limites são baseados em uma mudança comportamental em ratos expostos à radiação de microondas e foram projetados para nos proteger de riscos de aquecimento de curto prazo devido à exposição RFR.


No entanto, desde que a FCC adotou esses limites com base em grande parte na pesquisa da década de 1980, a preponderância da pesquisa revisada por pares, mais de 500 estudos, encontraram efeitos biológicos ou de saúde prejudiciais da exposição a RFR em intensidades muito baixas para causar aquecimento significativo.


Citando esse grande corpo de pesquisa, mais de 240 cientistas que publicaram pesquisas revisadas por pares sobre os efeitos biológicos e de saúde dos campos eletromagnéticos não ionizantes (EMF) assinaram o International EMF Scientist Appeal, que exige limites de exposição mais rígidos. O recurso faz as seguintes afirmações:



“Numerosas publicações científicas recentes mostraram que os EMF afetam organismos vivos em níveis bem abaixo da maioria das diretrizes internacionais e nacionais. Os efeitos incluem aumento do risco de câncer, estresse celular, aumento de radicais livres prejudiciais, danos genéticos, mudanças estruturais e funcionais do sistema reprodutivo, déficits de aprendizagem e memória, distúrbios neurológicos e impactos negativos no bem-estar geral dos humanos. Os danos vão muito além da raça humana, pois há evidências crescentes de efeitos prejudiciais para a vida vegetal e animal. ”



Os cientistas que assinaram este apelo constituem, sem dúvida, a maioria dos especialistas em efeitos da radiação não ionizante. Eles publicaram mais de 2.000 artigos e cartas sobre EMF em periódicos profissionais.


Os limites de exposição RFR da FCC regulam a intensidade da exposição, levando em consideração a frequência das ondas portadoras, mas ignoram as propriedades de sinalização do RFR. Junto com a padronização e a duração das exposições, certas características do sinal (por exemplo, pulsação, polarização) aumentam os impactos biológicos e de saúde da exposição. São necessários novos limites de exposição que levem em consideração esses efeitos diferenciais. Além disso, esses limites devem ser baseados em um efeito biológico, não em uma mudança no comportamento de um rato de laboratório.


A Agência Internacional de Pesquisa do Câncer da Organização Mundial da Saúde (IARC) classificou o RFR como "possivelmente cancerígeno para humanos" em 2011. No ano passado, um estudo de US $ 30 milhões conduzido pelo Programa Nacional de Toxicologia dos Estados Unidos (NTP) encontrou "evidências claras" de que dois anos de exposição a RFR de telefone celular aumentou o câncer em ratos machos e danificou o DNA em ratos e camundongos de ambos os sexos. O Instituto Ramazzini, na Itália, replicou a descoberta-chave do NTP usando uma frequência portadora diferente e uma exposição muito mais fraca à radiação do telefone celular durante a vida dos ratos.


Com base na pesquisa publicada desde 2011, incluindo estudos em humanos e animais e dados mecanísticos, o IARC priorizou recentemente o RFR para ser revisado novamente nos próximos cinco anos. Uma vez que muitos cientistas da EMF acreditam que agora temos evidências suficientes para considerar o RFR como um carcinógeno humano provável ou conhecido, o IARC provavelmente aumentará o potencial carcinogênico do RFR em um futuro próximo.


No entanto, sem realizar uma avaliação de risco formal ou uma revisão sistemática da pesquisa sobre os efeitos de RFR na saúde, a FDA recentemente reafirmou os limites de exposição da FCC de 1996 em uma carta à FCC, declarando que a agência havia “concluído que nenhuma mudança nos padrões atuais são garantidos neste momento”, e que “as descobertas experimentais da NTP não devem ser aplicadas ao uso de telefones celulares humanos.” A carta afirmava que “as evidências científicas disponíveis até o momento não apóiam efeitos adversos à saúde em humanos devido a exposições dentro dos limites atuais”.


A mais recente tecnologia celular, 5G, vai empregar ondas milimétricas pela primeira vez, além das microondas que estavam em uso para tecnologias celulares mais antigas, 2G a 4G. Dado o alcance limitado, o 5G exigirá antenas celulares a cada 100 a 200 metros, expondo muitas pessoas à radiação de ondas milimétricas. 5G também emprega novas tecnologias (por exemplo, antenas ativas capazes de formar feixes; matrizes em fases; múltiplas entradas e saídas massivas, conhecidas como MIMO massivo) que representam desafios únicos para a medição de exposições.


As ondas milimétricas são absorvidas principalmente dentro de alguns milímetros da pele humana e nas camadas superficiais da córnea. A exposição de curto prazo pode ter efeitos fisiológicos adversos no sistema nervoso periférico, no sistema imunológico e no sistema cardiovascular. A pesquisa sugere que a exposição a longo prazo pode representar riscos à saúde da pele (por exemplo, melanoma), dos olhos (por exemplo, melanoma ocular) e dos testículos (por exemplo, esterilidade).



Como o 5G é uma tecnologia nova, não há pesquisas sobre os efeitos na saúde, portanto, estamos “voando às cegas”, para citar um senador dos EUA. No entanto, temos evidências consideráveis ​​sobre os efeitos prejudiciais de 2G e 3G. Pouco se sabe sobre os efeitos da exposição ao 4G, uma tecnologia com 10 anos, porque os governos têm sido negligentes no financiamento desta pesquisa. Enquanto isso, estamos vendo aumentos em certos tipos de tumores de cabeça e pescoço nos registros de tumor, o que pode ser pelo menos parcialmente atribuído à proliferação da radiação do telefone celular. Esses aumentos são consistentes com os resultados de estudos de caso-controle de risco de tumor em usuários pesados ​​de telefones celulares.


5G não substituirá 4G; acompanhará o 4G no futuro próximo e, possivelmente, no longo prazo. Se houver efeitos sinérgicos de exposições simultâneas a vários tipos de RFR, nosso risco geral de danos de RFR pode aumentar substancialmente. O câncer não é o único risco, pois há evidências consideráveis ​​de que a RFR causa distúrbios neurológicos e danos reprodutivos, provavelmente devido ao estresse oxidativo.


Como sociedade, devemos investir centenas de bilhões de dólares implantando o 5G, uma tecnologia de celular que requer a instalação de centenas de milhares de novas antenas de celular  perto de onde vivemos, trabalhamos e nos divertimos?


Em vez disso, devemos apoiar as recomendações dos 250 cientistas e médicos que assinaram o Recurso 5G que pede uma moratória imediata sobre a implantação do 5G e exigir que nosso governo financie a pesquisa necessária para adotar limites de exposição de base biológica que protejam nossa saúde e segurança. [ Scientific American , RT ]


O 5G não engloba apenas o desenvolvimento tecnológico, econômico e social da humanidade. Certamente será uma revolução avassaladora em oportunidades e benefícios empresariais, mas igualmente trará um controle absoluto das nossas liberdade que nos cobrará um preço muito alto. Essa tecnologia de dominação e controle, será a base do novo sistema econômico que se aproxima. No canal Restrito mostramos a estrada a que isso nos levará, que não é nada além do cumprimento das profecias do Apocalipse, que diz que nenhum homem poderá comprar ou vender, se não tiver a marca,  o acesso, ao novo sistema. 


CAIA FORA DESTE JOGO, O FINAL SERÁ VENCIDO PELO FILHO DE DEUS, SE APROXIME DELE DESDE JÁ! 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.