Ads Top

Fundação Do Vaticano concede Prêmio de ¨Homem da Humanidade¨ para o príncipe Herdeiro dos Emirados Árabes Unidos, Mohammed Bin Zayed




A Fundação Gravissimum Educationis do Vaticano concedeu o Prêmio "Homem da Humanidade" ao Sheik Mohamed bin Zayed Al Nahyan, Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Vice-Comandante Supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos.

Mohamed bin Zayed aparece quase todas as vezes quando fazemos uma história sobre os Acordos de Abraão, sobre Crislã, ou sobre a Religião de Um Mundo atualmente "em construção" pelo pontífice romano Papa Francisco. por que? Porque ele tem uma mão forte em todas essas coisas. Mohamed bin Zayed foi testemunha silenciosa da assinatura da Declaração da Fraternidade Humana em Abu Dhabi, ele foi a principal força motriz por trás da criação dos Acordos de Abraão, e foi pessoalmente nomeado pelo Papa Francisco para servir em um papel de liderança na Religião Do Mundo Único de Crislã. No início de julho, o Vaticano deu-lhe o prêmio "Homem da Humanidade" a serviço do futuro Homem da Iniquidade que é cada vez mais assustadoramente o fim dos tempos como parece ser.

O Prêmio foi recebido pelo Sheik Shakhbout bin Nahyan bin Mubarak Al Nahyan, Ministro de Estado, em nome de Sua Alteza Sheik Mohamed bin Zayed Al Nahyan, do Cardeal Giuseppe Versaldi, prefeito da Congregação para a Educação Católica, Presidente da Pontifícia Fundação Gravissimum Educationis e Do Ministério da Educação do Vaticano, durante cerimônia realizada hoje no Palácio dos Emirados árabes em Abu Dhabi, na presença dos embaixadores credenciados nos Emirados Árabes Unidos.

O PRÊMIO FOI DADO AO SHEIK MOHAMED BIN ZAYED AL NAHYAN EM RECONHECIMENTO AO SEU APOIO CONTÍNUO E AOS ESFORÇOS PARA PROMOVER OBRAS HUMANITÁRIAS E DE AJUDA INTERNACIONAIS.

O Sheik Mohamed também foi reconhecido por seu papel no fortalecimento dos valores de paz e da coexistência pacífica, enfatizando a importância do diálogo como meio de evitar conflitos, defendendo valores humanitários, bem como reforçando o pioneirismo dos Emirados Árabes Unidos em todas as frentes humanitárias, particularmente os esforços para mitigar o impacto da pandemia COVID-19 em todo o mundo. O Prêmio também foi concedido em agradecimento à abordagem do Sheik Mohamed de seguir o caminho do falecido Sheik Zayed bin Sultan Al Nahyan, que dedicou sua vida ao trabalho humanitário em nível doméstico, regional e internacional.

Nos Emirados Árabes Unidos, O Xeque Mohamed trabalhou com determinação na construção da nação, servindo seus cidadãos, e ajudando-os a realizar suas aspirações. Globalmente, ele dedicou recursos em apoio às causas humanitárias, tomando medidas ousadas e lançando iniciativas inovadoras nos campos humanitários para o bem da humanidade. Até o momento, os Emirados Árabes Unidos forneceram ajuda à equipe médica e aos trabalhadores da linha de frente em mais de 135 países para conter a disseminação do COVID-19.

Em março, O Sheik Mohamed recebeu o "Prêmio DIHAD internacional de Personalidade de 2021 para a Ajuda Humanitária" como um gesto de gratidão internacional pelo apoio contínuo de Sua Alteza e esforços dedicados para reforçar o trabalho humanitário.

Este prestigioso prêmio é um dos mais proeminentes do gênero, apresentado pelo comitê científico supervisor da 'DIHAD' no reconhecimento de figuras e líderes internacionais que desempenham um papel proeminente no apoio às pessoas necessitadas em todo o mundo e instituições internacionais e organizações internacionais que trabalham nos campos da ajuda humanitária. LEIA MAIS



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.