Ads Top

TSE visa proibir monetização de canais com conteúdo político, diz jornal


O TSE estuda publicar uma resolução para obrigar as redes sociais e plataformas digitais a suspender a monetização de canais ou páginas com conteúdo político ou extremista durante as eleições, diz o Estadão.


Na segunda-feira, o tribunal determinou que as plataformas interrompessem a monetização de canais que propagam fake news sobre eleições.


A resolução seria publicada como um desdobramento do inquérito aberto a partir da live de 29 de julho, em que Jair Bolsonaro mentiu diversas vezes sobre as urnas eletrônicas.


Membros do TSE devem receber representantes de Facebook, YouTube, Twitter, Instagram e Twitch para uma reunião nesta quinta-feira (19) e o tema deverá ser abordado. O tribunal planeja publicar as novas regras nos próximos meses.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.