Ads Top

António Guterres Secretário Geral da Onu, declara emergência mundial de mudanças climáticas dizendo que os sinos de alarme são ensurdecedores

 


O secretário-geral da ONU, António Guterres, chamou as conclusões das Mudanças Climáticas de "código vermelho para a humanidade" acrescentando que os "sinos de alarme são ensurdecedores, e as evidências são irrefutáveis".


As mudanças climáticas estão mudando a Terra de maneiras "sem precedentes" em milhares de anos — e, em alguns casos, centenas de milhares de anos — de acordo com um relatório divulgado na segunda-feira pelas Nações Unidas. A avaliação preocupante também constatou que algumas mudanças que já estão acontecendo, como o aquecimento dos oceanos e o aumento do nível do mar, são "irreversíveis por séculos a milênios". O secretário-geral da ONU, António Guterres, chamou as descobertas de "código vermelho para a humanidade", acrescentando que os "alarmes são ensurdecedores, e as evidências são irrefutáveis".


Hoje, a ONU "Soou o alarme", e como o personagem de Jack Nicholson em "A Few Good Men", eles "emitiram o Código Vermelho" sobre mudanças climáticas, dizendo que os danos que foram causados não podem ser desfeitos por talvez mais mil anos. Talvez. Mas a boa notícia é que o Imposto sobre o Carbono ajudará a adiar o inevitável. Bem-vindos à Hora da Comédia Climática Não Intencional, onde a piada é sempre... em você! Eu disse "não intencional"? Que engraçado.


"Mas o dia do Senhor virá como um ladrão na noite; no qual os céus devem falecer com um grande ruído, e os elementos devem derreter com calor fervoroso,a terra também e as obras que nela estão serão queimadas.". 2 Pedro 3:10 (KJB)


Sim, o clima está realmente mudando enquanto o mundo se prepara para o Dia do Grande Rei, e aqui está uma previsão. Os fracos e insignificantes esforços do homem não salvo realizarão uma coisa, fará Deus rir enquanto Ele lança julgamentos merecidos sobre uma população que o rejeitou e seu único filho gerado, Jesus Cristo. Fogo, Senhor, dispare.


As mudanças climáticas estão mudando a Terra de maneiras "sem precedentes" em milhares de anos — e, em alguns casos, centenas de milhares de anos — de acordo com um relatório divulgado na segunda-feira pelas Nações Unidas.

A avaliação preocupante também constatou que algumas mudanças que já estão acontecendo, como o aquecimento dos oceanos e o aumento do nível do mar, são "irreversíveis por séculos a milênios".

O SECRETÁRIO-GERAL DA ONU, ANTÓNIO GUTERRES, CHAMOU AS DESCOBERTAS DE "CÓDIGO VERMELHO PARA A HUMANIDADE", ACRESCENTANDO QUE OS "ALARMES SÃO ENSURDECEDORES, E AS EVIDÊNCIAS SÃO IRREFUTÁVEIS".

O relatório é a avaliação mais abrangente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) das Nações Unidas desde 2013 e fornece o caso mais forte até agora para o aquecimento global causado pelo homem,dizendo que é "inequívoco que a influência humana aqueceu a atmosfera, o oceano e a terra".

O relatório também constatou que as mudanças climáticas estão se intensificando, ocorrendo em ritmo acelerado e já está afetando todas as regiões do planeta.

"FICOU CLARO HÁ DÉCADAS QUE O CLIMA DA TERRA ESTÁ MUDANDO, E O PAPEL DA INFLUÊNCIA HUMANA NO SISTEMA CLIMÁTICO É INDISCUTÍVEL", DISSE VALÉRIE MASSON-DELMOTTE, CO-PRESIDENTE DO GRUPO DE TRABALHO I DO IPCC, EM COMUNICADO.

Ko Barrett, vice-presidente do IPCC e conselheiro sênior do clima na Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, disse à NBC News que o relatório mostra que não importa o que os humanos façam daqui para frente, o futuro será mais quente do que é agora.

"Pode ser meio desmoralizante ou deprimente pensar que há tantas coisas que são meio irreversíveis por um longo período de tempo", disse Barrett. Mas a boa notícia é que essas mudanças irreversíveis podem ser com reduções rápidas, fortes e sustentadas nas emissões de gases de efeito estufa.

O IPCC, criado no final da década de 1980, é composto por milhares de cientistas em 195 governos membros que analisam as pesquisas mais recentes publicadas e revisadas por pares sobre o aquecimento global e compilam as descobertas em um relatório sobre o estado atual do clima. A avaliação, que inclui um olhar para os riscos futuros e os impactos das mudanças climáticas, normalmente representa consenso dentro da comunidade científica. Mais de 230 autores contribuíram para o último relatório. LEIA MAIS

Relatório climático da ONU emite um 'código vermelho para a humanidade'


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.