Ads Top

Governo de Joe Biden quer solução de 2 Estados para Israel e Palestina



O presidente Joe Biden planeja reabrir a missão diplomática palestina em Washington fechada pelo governo Trump, bem como restabelecer a ajuda aos palestinos, disse o embaixador interino dos EUA nas Nações Unidas, Richard Mills, ao Conselho de Segurança na terça-feira.

Uma razão pela qual O presidente Trump cortou a ajuda financeira aos palestinos porque esses fundos estavam sendo usados pelo Hamas para demitir roqueiros do outro lado da fronteira em Israel, Joe Biden obviamente não está incomodado com o dinheiro que está sendo usado dessa forma e como concordou em reabrir a missão palestina em Washington. Deixe os foguetes voarem!


"Que todos sejam confundidos e voltem atrás que odeiam Sião." Salmo 129: (KJB)


Israel finalmente será dividido sob o governo Biden-Harris? Quase certeza. Mas não desanime o coração, Israel deve ser dividido e Israel deve passar pelo tempo dos problemas de Jacó para que o julgamento de Deus seja cumprido sobre seu povo escolhido, para redimi-los e restaurá-los para a terra. Essas coisas não são negociáveis. Mas ai daquela pessoa que faz essas coisas, Deus não vai mantê-las culpadas, de forma alguma. Depois que o faraó cumpriu a vontade de Deus com os judeus no Egito, Deus afogou-o e todo o seu exército em uma cova aquática na cena de uma das grandes vitórias de Israel, a separação do Mar Vermelho.


Para o Administração Biden eu digo, tenha cuidado com o que você pede, você só pode obtê-lo. E você vai acertar no pescoço.

Joe Biden apoia solução de dois Estados dividindo Israel, restabelecerá missão palestina, ajuda

DA BREITBART NEWS: A política de Biden no Oriente Médio "será apoiar uma solução de dois Estados mutuamente acordada, na qual Israel vive em paz e segurança, ao lado de um Estado palestino viável", disseMills. Ele acrescentou que as medidas "não substituem a paz israelense-palestina" e pediu aos dois lados que evitem ações unilaterais que possam dificultar as perspectivas de uma solução de dois Estados – incluindo, por parte de Israel, a construção de assentamentos e a declaração da soberania israelense sobre partes da Cisjordânia e, por parte dos palestinos, pagamentos a terroristas condenados e suas famílias.


O GOVERNO TRUMP CORTOU A AJUDA AOS PALESTINOS SOBRE SEU BOICOTE AOS EUA, BEM COMO SEU CHAMADO ESQUEMA DE PAGAMENTO POR MORTE.


A solução de dois Estados, vista em grande parte como um marco da política externa pelas administrações dos EUA antes da do presidente Donald Trump, tem sido criticada por muitos críticos como sendo um fracasso abjeto que não leva em conta fatos no terreno.


Em 2018, Trump encerrou a missão palestina em Washington, expulsando o embaixador palestino nos EUA, Hussam Zomlot. Zomlot saudou na semana passada o fim da presidência de Trump e celebrou "pé alto contra o valentão".


"Trump deixou a Casa Branca. Nós, o povo palestino, sua liderança, minha esposa e filhos que foram removidos dos EUA por causa de Trump, temos motivos para comemorar. Ficamos altos e imunes contra o valentão. Ficamos de pé até que haja liberdade, justiça e igualdade para o povo palestino", disse Zomlot. EM 1973, O ENTÃO SENADOR JOE BIDEN DEU DESINFORMAÇÃO A ISRAEL SOBRE AS INTENÇÕES MILITARES DO EGITO QUE QUASE LHES CUSTARAM A VITÓRIA DA GUERRA DO YOM KIPPUR.LEIA MAIS

NTEB

Tradução: BDN

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.