Ads Top

Terremoto na Argentina: terremoto de 6,4 é registrado em San Juan e é sentido em partes do Brasil

 

Um terremoto de magnitude 6,4 atingiu na noite de segunda-feira a província argentina de San Juan, no oeste do país e na fronteira com o Chile, sem relatos de mortes.


O forte isismo também se sentiu em várias outras províncias do país, como em Mendoza, Córdoba, Tucumán e San Luis, informaram fontes oficiais.


O tremor ocorreu às 23:46 hora local (2:46 GMT na terça-feira) com epicentro perto da cidade de Sanjuanine de Half Water,ao sul da capital provincial, informou o Instituto Nacional de Prevenção Sísmica.


O núcleo do terremoto estava localizado a 8 km de profundidade.

"Até agora não há vítimas fatais, apenas duas crianças com ferimentos moderados e um idoso com trauma severo sendo transferido para o nosocomio (hospital)", disse o governador de San Juan, Sergio Uñac, em uma coletiva de imprensa onde revelou que há quatro pessoas evacuadas e detalhou os danos materiais mais proeminentes deixados pelo tremor em várias partes da província.

Nas primeiras horas após o tremor, vídeos circulavam nas redes sociais mostrando moradias colapsadas e rotas rachadas.

Pular o conteúdo do Twitter, 1

Fim do conteúdo do Twitter, 1

Miguel Castro, do Centro Sismológico de Mendoza, disse ao canal TN que "sendo tão grande a magnitude e tão pequena a profundidade" é que tem sido percebida em outras áreas do país, uma vez que "ondas sísmicas viajam muitos quilômetros".

Este terremoto, do qual vários choques posteriores também foram relatados, vem apenas três dias após o 77º aniversário do terremoto de 1944 na mesma província e com uma magnitude de 7,4 que causou uma tragédia nacional com a morte de mais de 10.000 pessoas.

TERREMOTO FOI SENTIDO NO BRASIL

Nas redes sociais, moradores de São Paulo e do Rio Grande do Sul afirmaram que também sentiram os tremores. "Tava quase dormindo, me senti um pouco mareada. Olhei pro lado e a cortina do quarto estava num vaivém. Reflexos do terremoto argentino aqui em SP", escreveu, no Twitter a apresentadora Rita Lobo. O abalo se espalhou ainda para o Chile. "Estou em Santiago (no Chile) e foi horrível (...) Estou no 20º andar e por um momento eu achei que ia desabar tudo", publicou outra usuária do Twitter.

De acordo com o Instituto Nacional de Prevenção Sísmica da Argentina, o terremoto ocorreu às 23h46 perto da cidade de San Juan de Media Agua. Em seguida, nas duas horas seguintes, foram registrados sete tremores secundários menos intensos, entre 3,2 e 4,9 graus pela escala Richter e com 8 a 15 quilômetros de profundidade.

Depois do terremoto mais forte, os cidadãos não demoraram muito para relatar na mídia e nas redes sociais cortes de energia, danos a casas e lojas e rachaduras em estradas.

Miguel Castro, do centro sismológico de Mendoza, disse ao canal TN que o tremor foi percebido em outras áreas do país porque "a magnitude foi grande e a profundidade pequena", já que "as ondas sísmicas viajam muitos quilômetros, ainda mais quando se trata de uma magnitude dessa envergadura". 


VEJA OS VÍDEOS: 





Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.