Ads Top

13 pessoas ficam com paralisia facial, após receberem VACINA em Israel segundo, JERUSALEM POST


Cerca de 13 pessoas experimentaram paralisia facial leve como efeito colateral após tomar a vacina COVID-19, informou o Ministério da Saúde, e as estimativas são de que o número de casos poderia ser maior. As autoridades de saúde levantaram questões sobre a administração ou não da segunda dose a esses indivíduos, mas o Ministério da Saúde recomenda que a segunda dose seja dada.

"Por pelo menos 28 horas eu andei por aí com ele [paralisia facial]", disse uma pessoa que teve o efeito colateral ao Ynet. 

"Não posso dizer que foi completamente perdido depois, mas fora isso eu não tive outras dores, exceto uma pequena dor onde a injeção foi, mas não havia nada além disso." 

Quanto ao recebimento da segunda dose, ele admite que está indeciso, mas diz que "é importante notar que isso é algo raro, e não quero que as pessoas evitem se vacinar. É importante." Recentemente me deparei, por exemplo, com alguém vacinado que estava lidando com paralisia, e decidi não dar uma segunda dose a ela", disse à Ynet a professora Galia Rahav, diretora da Unidade de Doenças Infecciosas do Sheba Medical Center. 

"É verdade que pode ser dado de acordo com o Ministério da Saúde, mas eu não me senti confortável com isso." Ela acrescentou: "Ninguém sabe se isso está ligado à vacina ou não. 

É por isso que eu me absteria de dar uma segunda dose para alguém que sofreu de paralisia após a primeira dose." O Ministério da Saúde afirmou, no entanto, que a segunda dose só deve ser fornecida se e quando a paralisia passar, informou Ynet.

FONTE: J POST

TRADUÇÃO: BDN

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.