Ads Top

Advogado de Trump, Michael Van der Veen chama processo de impeachment de 'cultura do cancelamento'

Michael van der Veen, advogado de defesa do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, chamou o julgamento de impeachment de "cultura do cancelamento constitucional" durante a argumentação desta sexta (12). 


Este é o quarto dia do processo e foi a vez da defesa argumentar. 

"Em efeito, o Congresso pede o direito de desqualificar um cidadão privado, que não é mais uma autoridade governamental, de concorrer a um cargo público", disse van der Veen. "Para resumir, este esforço sem precedentes não é porque os democratas se opõe à violência política. É porque os democratas tentam desqualificar a sua oposição política. É cultura do cancelamento constitucional". 


Para van der Veen, esse "cancelamento" se estenderia aos eleitores do ex-presidente. 


"A história irá registrar este esforço vergonhoso do partido democrata de borrar, censurar e cancelar não só o presidente Trump, mas os 75 milhões de americanos que votaram nele. Agora não é a hora para uma campanha de retribuição, mas para união, cura e foco nos interesses da nação como um todo", afirmou.


A defesa de Trump teria direito a 16 horas para expor os argumentos a favor de inocentar o ex-presidente, mas só usou três dessas. Agora, o Senado americano começou o processo de sabatina dos dois lados, que pode levar até quatro horas. 


Os parlamentares esperam que o processo tenha fim até este sábado (13) ou tarde de domingo (14).  

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.