Ads Top

Sergio Moro e Luciano Huck juntos nas eleições de 2022: ambos negociam uma aliança política

 

Aliança com viés centrista (poder verde de síntese) teria sido costurada durante almoço na casa do ex-juiz. Moro e Huck já estariam atrás de nomes para ampliar esta frente, mas ainda não discutiram qual dos dois seria o cabeça de chapa.




O ex-ministro Sergio Moro e o apresentador Luciano Huck estão costurando uma aliança para as eleições presidenciais de 2022. Os detalhes desse affair político foram publicados na Folha de S.Paulo, que relata um encontro que os dois tiveram em Curitiba em 30 de outubro, no apartamento de Moro.
No almoço, servido na varanda do apartamento do ex-juiz, ficou acertada a intenção dos dois homens públicos se unirem como uma terceira via que não esteja ligada à direita de Bolsonaro nem à esquerda de Ciro Gomes (PDT) e do ex-presidente Lula (PT).

Em caráter inicial, o encontro não definiu quem seria o cabeça de chapa e quem seria o vice em uma eventual candidatura conjunta. O objetivo principal neste momento seria ampliar essa frente, trazendo outros nomes com viés centrista.

Agenda econômica liberal, o combate à corrupção e a redução da desigualdade social seria o tripé da candidatura. Porém, na análise da reportagem, existem outras possíveis candidaturas com este perfil, como a do governador de São o Paulo João Doria (PSDB) e do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM).

No encontro, Moro e Huck ainda projetaram o potencial eleitoral de Bolsonaro em 2022, que teria relevância por reinar praticamente sozinho entre os conservadores. Por outro lado, a reeleição estaria comprometida por um 2021 difícil, afetado pelo fim do auxílio emergencial e o elevado desemprego.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.