Ads Top

Ministério Público do Rio de Janeiro aguarda pandemia passar para apresentar denúncia, contra os responsáveis pelo Incêndio no Ninho do urubu




O Ministério Público do Rio de Janeiro já tem a denúncia montada e os denunciados identificados pelo incêndio que vitimou 10 atletas das divisões de base do Flamengo, em um alojamento do Ninho do Urubu, em fevereiro de 2019. Agora, o MPRJ aguarda o retorno dos prazos processuais - suspensos por conta da pandemia da Covid-19 - o que pode acontecer na segunda, dia 15.

A informação foi publicada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira, do portal "UOL", que ouviu o promotor de Justiça Luiz Antonio Correa Ayres, do GAEDEST (Grupo de Atuação Especializada do Desporto e Defesa do Torcedor) do MPRJ.

Em paralelo, a Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro também investiga o caso. Segundo o promotor, caso o relatório da CPI apresente elementos concretos em relação a algum outro personagem, novos responsáveis poderão ser incluídos na denúncia do MPRJ.

- O relatório da CPI, caso apresente novos elementos de prova, distintos daqueles colhidos em sede policial, poderá resultar na inclusão de algum outro denunciado. Mas em princípio não há uma relação direta de causa e consequência entre o relatório da CPI e a atuação do MP. Em tese, a denúncia já está montada, e identificados os denunciados - explicou o promotor de Justiça Luiz Antonio Correa Ayres ao "UOL".

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.