Ads Top

Famosos contra a Pharmakeia: 10 Celebridades que decidiram não tomar a vacina COVID-19, por não haver confiança nelas e nem serem eficazes

 


Por muito tempo, muitos aguardavam ansiosamente a chegada da vacina contra a Covid-19, como um ¨símbolo de esperança¨ para que tudo voltasse a ser como era antes da pandemia. Já outros estão conscientes e certos em serem totalmente contra a vacinação, já que o imunizante não está evitando as mortes, basta ver que já foram desde a campanha de vacinação no Brasil, a mais de 60 mil mortes continuam e crescendo, cada vez mais. Fatos comprovam que as vacinas não há nenhuma eficácia.


LEIA TAMBÉM: PFIZER PREVER FATURAR 26 BILHÕES DE DÓLARES


No mundo das celebridades, tiveram artistas que se manifestaram em oposição ao método, afirmando que não iriam se vacinar. Além disso, alguns chegaram inclusive a fazer propagandas para que as pessoas também recusem o uso do imunizante. Os motivos são os mais diversos, sendo eles crenças religiosas, fatos da conspiração e até mesmo dúvidas sobre a segurança da vacina.


Confira em nossa abaixo 10 famosos que decidiram não tomar a vacina contra Covid.




O EX- integrante do RBD, já declarou que não irá tomar a vacina contra a Covid-19.

Segundo o artista, ele só cederia ao uso do imunizante caso fosse obrigatório para poder viajar.


Em entrevistas, o mexicano já declarou que não acredita que as vacinas são eficazes contra o vírus.


"Não acredito na vacina, sou sincero com vocês. Acho que pode ser pior que a Covid. Sou uma pessoa que não acredita em vacinas. Na verdade, eu apoio a alimentação natural, e eu definitivamente não serei vacinado. Ninguém da minha família vai ser vacinado”, afirmou.



Em agosto deste ano, a prefeitura de Sobral, no Ceará, realizou uma campanha no Instagram a favor da vacina usando a imagem do grupo REBELDE e Christopher reclamou por ser vinculado a vacinação.

O ator deixou um comentário na publicação pedindo que a prefeitura não usasse o RBD como referência. "Deixem de usar o tema Rebelde para promover a vacina. Nós não temos nada a ver com isso”, disse.


2. Dado Dollabella 




Dado Dolabella, de 40 anos, disse nas redes sociais que não tomará vacina contra a Covid-19. Após sua declaração causar polêmica, o artista voltou para esclarecer que não é negacionista e nem anti-vacina.

Dado é vegano e há seis anos não toma medicamentos que fazem teste em animais. Com isso, ele afirmou que vai aguardar um imunizante que não tenha sido feito com esse método.


“Não faz o menor sentido eu lutar contra uma indústria farmacêutica que não gera cura, gera dependência, lutar contra a tortura de animais e usar uma substância gerada por essa mesma indústria farmacêutica e ainda com sofrimento dos animais”, afirmou o ator.


Em novembro do ano passado, o artista chegou a testar positivo para a doença.


3.  Nicki Minaj 



Nicki Minaj ficou fora do Met Gala 2021 por não ter se vacinado, o que era uma exigência do importante evento da moda.


A rapper usou suas redes sociais para informar que não iria se vacinar só pelo baile, e sim, quando sentisse que fez pesquisa suficientes. 


Além disso, Nicki causou uma mega polêmica ao afirmar que um amigo do seu primo em Trinidad tomou a vacina e ficou impotente.


A declaração da rapper não agradou as autoridades do país. O Ministro da Saúde afirmou que tudo ¨não passava de Fake News¨, pois não havia nenhum registro do caso relatado.


O governo dos Estados Unidos informou à imprensa que Nicki foi convidada para uma conversa por telefone com um dos especialistas em saúde, afim de esclarecer as dúvidas da artista sobre a vacina. Para que assim, informações falsas não fossem propagadas.


4. Letitia Wright



Em dezembro de 2020, Letitia Wright, a Shuri de “Pantera Negra”, se posicionou contra a vacinação da Covid-19 em seu Twitter.


Após ter seu nome nos assuntos mais falados da plataforma, Letitia voltou a se pronunciar pedindo desculpa aos internautas. “Minha intenção não era machucar ninguém, minha ÚNICA intenção de postar o vídeo foi levantar minhas preocupações com o que a vacina contém e o que estamos colocando em nossos corpos”, declarou.


Recentemente o nome da atriz voltou a entrar em polêmica, isso após o site The Hollywood Reporter divulgar que Letitia estava compartilhando suas opiniões corretas e de anti-vacinas no set de Pantera Negra 2.


A guianesa-britânica chegou a desativar as redes sociais, mas voltou com uma publicação dizendo que as informações divulgadas pelo portal são completamente falsas.


5. Elizângela Vergueiro


A atriz de “Império” publicou uma foto comparando a obrigatoriedade da vacina com o estupro.


A imagem de uma seringa com agulha carregava a seguinte frase: “Pen*tração forçada sem consentimento… é est*pro”. Além disso, Elizângela escreveu na legenda: “Meu corpo, minhas regras”.


Uma seguidora chegou a comentar que ninguém seria obrigado a tomar vacina e atriz respondeu: “Fala isso pro STF ".


6. Kanye West 


Kanye West se nega a tomar o imunizante contra o coronavírus e usa argumentos de cunho religiosos para ser contra a vacina.


O rapper, que chegou a ter Covid-19 em fevereiro, acredita que a vacinação é a prévia da Marca da Besta. 


"Eles querem colocar chips dentro da gente, querem fazer todo tipo de coisa, para fazer com que não possamos atravessar os portões do céu", declarou o rapper em entrevista à Forbes.


7. Rob Schneider 


Rob Schneider, ator de “Gente Grande”, usou seu Twitter para se declarar contra a vacina.


Além disso, o artista fez um post de incentivo para que os internautas também neguem o imunizante.


“Apenas diga não… E continue dizendo não… Mais da metade da população dos EUA continua a dizer não a essa terapia genética experimental não aprovada! Meu corpo, minha escolha”, escreveu o ator no Twitter.


8. Jim Carrey 


Jim Carrey é um grande defensor do movimento anti-vacina e já fez diversas declarações contra a vacinação experimental em massa. 

O ator acredita que os imunizantes podem causar autismo.


Jim começou a apoiar o movimento por influência de sua ex Jenny McCarthy, que afirma que seu filho Evan, teve autismo após se vacinar.


9. M.I.A 


Em março de 2020, logo no começo da pandemia, M.I.A. fez alguns tweets contra o uso de vacinas.

"Se eu tivesse que escolher entre a vacina ou chip, eu escolheria a morte", declarou a rapper.

M.I.A ainda afirmou que "foi a coisa mais difícil” ter sido obrigada a vacinar seu filho.


Depois de criar a polêmica, a cantora voltou ao Twitter para esclarecer que não é uma pessoa anti-vacina.


M.I.A diz ser contra as empresas que fabricam os imunizantes, que segundo ela, se importam mais com seus ganhos do que com as pessoas.



10. Eric Clapton


Eric Clapton está mais uma vez soando o alarme sobre as medidas básicas de segurança usadas para proteger o público de Covid-19.


O guitarrista britânico, que anteriormente prometeu não se apresentar em locais que exigem a vacina Covid-19, lançou o que parece ser um hino anti-vax intitulado "This Has Gotta Stop".


"Já foi longe o suficiente", canta Clapton. "Se você quiser reivindicar minha alma/ Você terá que vir e quebrar essa porta."


Embora ele não mencione o coronavírus, ele faz referências claras aos efeitos colaterais que ele alegou ter feito uma vez que ele mesmo tomou o jab.


"Não consigo mover minhas mãos", canta Clapton. "Eu estourom muito suor/ Eu quero chorar/ Não aguenta mais."


A canção vem depois que Clapton escreveu uma longa carta alegando que ele teve uma reação "desastrosa" à vacina contra o coronavírus e temia que ele nunca mais seria capaz de tocar guitarra novamente.


Na carta, ele culpou o que rotulou de "propaganda" por promover a segurança da vacina, acrescentando que ele teve "reações severas que duraram dez dias", mas que acabou se recuperando.


"This Has Gotta Stop", também não é a primeira vez que Clapton protesta contra medidas de segurança pandêmica através da música.


Em dezembro de 2020, Clapton e sua colega lenda da música Van Morrison colaboraram em uma canção intitulada "Stand and Deliver", na qual eles foram atrás de confinamentos covid-19 e acusaram o governo britânico de atacar liberdades pessoais.


"Você quer ser um homem livre/ Ou você quer ser um escravo?" Clapton canta. "Você quer usar essas correntes/ Até que você está deitado no túmulo?"




O Melhor método é ter uma saúde mental forte, e não ficar jogando conversa fora com pessoas que ainda creem que o homem foi à lua, que o governo ama e dar o melhor para o povo, e ainda querem crer nesta vacinação experimental, que não passa de um feitiço mundial (Pharmakeia) estão alterando o DNA, com o mRNA e muitos nem estão percebendo isso. Vacinas Não, Vacinas não é a solução, é apenas uma condição e normalização do que há de vir. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.