Ads Top

Idoso de 88 anos morre horas depois de receber vacinação do C-19, é o segundo caso que acontece em Israel



Um israelense de 88 anos morreu poucas horas depois de receber a vacina contra o coronavírus na terça-feira, um dia depois que um israelense de 75 anos morreu devido a um ataque cardíaco também poucas horas depois de receber a vacina.

Em ambos os casos, os profissionais médicos não acreditam que os óbitos estejam ligados às vacinas.


O Centro Médico da Universidade de Hadassah explicou que o idoso de 88 anos sofria de doenças de fundo complicadas e graves.

O homem de 75 anos que morreu na segunda-feira também tinha condições pré-existentes e havia sofrido ataques cardíacos no passado, segundo o Ministério da Saúde.

De acordo com relatos, o homem de 75 anos foi inoculado por volta das 8h30.m. em uma clínica da Clalit Health Services. Ele ficou na instalação, como é costume, por um curto período de tempo para garantir que não tivesse efeitos colaterais. Quando ele se sentiu bem, a clínica o liberou.

Os achados iniciais não mostram uma ligação entre a morte do homem e sua vacinação, disse Levy.
Quando a Pfizer apresentou seus dados de segurança à Food and Drug Administration dos EUA no início de dezembro, descobriu-se que dois participantes do teste haviam morrido após receberem a vacina. Um dos mortos estava imunocomprometido, o que significa que as defesas imunológicas da pessoa eram baixas.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.