Ads Top

NEOM, a gigantesca cidade que a Arábia Saudita está construindo, será para o governo do anticristo? A inteligência artificial controlará esta cidade



Em outubro de 2017 a Arábia Saudita apresentou o projeto da NEOM, uma megacidade tecnológica do “tamanho de um país”, onde serão investidos pelo menos US$ 500 bilhões. Situada próxima da fronteira com a Jordânia, este novo centro de inovação abrangerá uma área de 26.500 quilômetros quadrados no noroeste do país, ao longo do Mar Vermelho e do Golfo de Aqaba. Desde então, poucos detalhes foram revelados e, do que se sabe, a empresa japonesa Softbank está investindo no projeto da megacidade saudita.

No entanto, segundo notícias recentemente veiculadas pela Reuters, é possível que o projeto esteja muito mais avançado do que se imagina. De acordo com a agência de notícias britânica, o Rei Salman esteve recentemente no canteiro de obras da cidade de NEOM, durante um feriado. A agência afirma que há algo de inesperado nisso, uma vez que o rei costuma passar seus dias livres ou em uma vila no Marrocos ou no sul da França. A Reuters também aproveitou a oportunidade para divulgar informações sobre um documento de projeto ao qual teve acesso, onde aparecem as primeiras descrições de como seria a arquitetura desta megacidade do futuro.

via NEOM
via NEOM

A cidade de NEOM foi planejada para abrigar um centro tecnológico e de negócios utilizando apenas fontes de energia renováveis. Embora esteja sendo construída para funcionar como um centro de inovação em biotecnologia e industria de ponta, a megacidade está sendo anunciada como uma luxuosa comunidade para se viver, com os melhores restaurantes e serviços que se possa imaginar. Além disso, muito se fala de projetos de "marinas", "parques temáticos", "áreas verdes" e "o maior jardim do mundo".

via NEOM
via NEOM

Entretanto, depois da notícia publicada em outubro de 2017, nenhuma outra informação específica do projeto foi divulgada. Ainda assim, o fato de que o Rei Salman teria passado seu feriado em NEON, dão credibilidade às informações fornecidas à Reuters em fevereiro deste ano, quando o governo saudita solicitou a construtoras do país a execução de cinco palácios reais na futura megacidade.

Outro documento a qual a Reuters teve acesso faz menção à projetos de "edifícios monumentais de estilo arquitetônico marroquino, com desenhos islâmicos e azulejos coloridos", além de "helipontos, uma marina e um campo de golfe".

A NEOM é mais um dos diversos projetos em que o governo saudita tem investido alto na busca para diversificar sua economia que depende quase que exclusivamente do petróleo. Outra cidade que está sendo construída do zero é a chamada "The King Abdullah Economic City" (KAEC), que está em andamento há mais de dez anos.

A primeira fase de NEON deverá ser concluída em 2025 ou até muito antes. 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.