Ads Top

João Amoêdo diz que diretório decidirá apoio no 2º turno, mas que não será ao PT


O candidato à Presidência João Amoêdo (Novo) fez uma avaliação positiva do seu desempenho na eleição em entrevista logo após o resultado do primeiro turno, em que obteve 2,51% dos votos válidos.
Ao ser questionado sobre apoio para o segundo turno, entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), Amoedo disse que essa será uma discussão do diretório nacional do partido, mas adiantou quem ele acredita que o partido não vai apoiar Haddad.
"Certamente a gente já pode adiantar que não vai apoiar o PT. Mas a discussão se existirá ou não um apoio ao Bolsonaro nós ainda vamos decidir. Algo que a gente sempre falou é que a gente apoia ideias e práticas. O que nós sempre buscamos no Novo é a coerência", disse.
 De acordo com o candidato, o partido tem apenas três anos de existência e conseguiu o quinto lugar na disputa deixando para trás candidaturas consolidadas e partidos tradicionais no país.

Com 99% dos votos apurados, o candidato tinha 2.678.366 dos votos e ficou na frente de Marina Silva, Alvaro Dias e Henrique Meirelles 

Amoedo destacou ainda o resultado que o partido conseguiu em Minas Gerais, onde o candidato Romeu Zema vai disputar o segundo turnocontra Antonio Anastasia (PSDB).
"De fato, a eleição superou todas as nossas expectativas e, o mais importante, mostramos que dá para fazer alguma coisa diferente em política no Brasil. Então, foi muito bom e a gente termina muito feliz", disse

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.