Ads Top

Columbia Journalism review: expõe como Fundação de Bill Gates gasta milhões para controlar os meios de comunicação com os ¨Fact Checkers¨ das redes sociais

Uma investigação recente conduzida pela Columbia Journalism Review (CJR) revela uma série de descobertas perturbadoras que apontam para uma rede multibilionária de controle de informações e gerenciamento de narrativas – com Bill Gates diretamente no centro. "A generosidade de Gates parece ter ajudado a promover um ambiente de mídia cada vez mais amigável para a caridade mais visível do mundo." Até junho de 2020, Bill Gates tem nada menos que US$ 250 milhões em subsídios de fundação para o jornalismo mainstream.

Até junho de 2020, Bill Gates tem nada menos que US$ 250 milhões em subsídios de fundação para o jornalismo mainstream.

Você já assistiu bill Gates perplexo sendo entrevistado em algum programa, e a pessoa que lhe faz perguntas muitas vezes se refere a Gates como um "especialista em virologia", "especialista em saúde" ou "epidemiologista"? Bill Gates não é nada disso, e nunca será, ele não teve nenhum treinamento em qualquer escola médica ou científica de qualquer tipo. Então por que a mídia se refere a ele dessa forma? Vou te dar três tentativas de resposta e as duas primeiras não contam.


"Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todo o mal: que, embora alguns cobiçados depois, eles erraram da fé, e perfuraram-se com muitas tristezas. Mas tu, ó homem de Deus, fuja dessas coisas; e seguir após justiça, divindade, fé, amor, paciência, mansidão." 1 Timóteo 6:10,11 (KJB)


Um novo relatório explosivo da Columbia Journalism Review levanta a rocha que pessoas como Bill Gates vivem, e expõe como ele gasta centenas de milhões de dólares em subsídios de sua Fundação Gates, a fim de receber elogios favoráveis e títulos médicos e científicos que ele não merece de forma alguma. Bill Gates não está dando nada, nem um pouco. Como o vilão malvado Velho Potter de "It's A Wonderful Life", Bill Gates está comprando, não vendendo. Cada um de seus dólares está preso a uma corda cujo fim reside no Inferno.

REVELADO: Como Bill Gates compra lojas tradicionais, jornalistas e 'verificadores de fatos' para empurrar a agenda da Nova Ordem Mundial

Do fio do século 21: Na última década, um pequeno grupo de filantropos bilionários se mudou silenciosamente para assumir o controle dos principais membros da mídia, da política governamental e da educação. Eles afirmam que estão apenas tentando "preencher as lacunas de financiamento em organizações de notícias em dificuldades" – especialmente na esteira da "pandemia" do coronavírus. De longe, o maior jogador desta rede é a Fundação Gates.


Em suma, Gates há muito usa o folheto de caridade de sua fundação para orientar e moldar o discurso público sobre a saúde global. No caso do COVID e das vacinas, acredita-se que Gates está usando seus bilhões para dividir o acesso e a cobertura de notícias favoráveis.


Uma investigação recente conduzida pela Columbia Journalism Review (CJR) revela uma série de descobertas perturbadoras que apontam para uma rede multibilionária de controle de informações e gerenciamento de narrativas – com Bill Gates diretamente no centro.


"A GENEROSIDADE DE GATES PARECE TER AJUDADO A PROMOVER UM AMBIENTE DE MÍDIA CADA VEZ MAIS AMIGÁVEL PARA A CARIDADE MAIS VISÍVEL DO MUNDO."


Até junho de 2020, Bill Gates tem nada menos que US$ 250 milhões em subsídios de fundação para o jornalismo mainstream.


Entre os compradores estão BBC, NBC, Al Jazeera, ProPublica, National Journal, The Guardian, Univision, Medium, Financial Times, The Atlantic, Gannett Newse Le Monde - para citar apenas alguns. Muitos outros estabelecimentos tradicionais estão embolsando dinheiro para 'contratos' que eles têm com a Fundação Gates, incluindo vox.


Esses principais meios de comunicação afirmam que não há amarras a esse "dinheiro livre" de Gates, mas após um exame mais aprofundado, essa relação parece estar repleta de influência e conflitos óbvios de interesse.


Quando se considera o quão intimamente envolvida a Fundação Bill e Melinda Gates está com várias partes interessadas globais nas vacinas covid iminentes muito badaladas – ou seja, através da GAVI– e em parceria com gigantes farmacêuticas transnacionais como AstraZeneca, Sanofi, Pfizer, Merck, J&J, Eli Lilly, Novartis, entre outras. Isso se soma ao financiamento de Gates dos principais atores da política de "saúde global", como o Wellcome Trust e a Organização Mundial da Saúde, bem como várias agências governamentais – a probabilidade de conflitos de interesse é enorme. Não menos importante, é o fato de que muitas dessas mesmas empresas farmacêuticas também são os principais compradores de publicidade em todos os principais meios de comunicação globalmente.


Também foi revelado como Gates está financiando os supostos "verificadores de fatos" atualmente sendo usados pelo Facebook e outras empresas de mídia social – que estão censurando agressivamente qualquer informação em suas plataformas que é crítica a Gates e empresas farmacêuticas, particularmente em relação ao COVID e vacinas.


DESTA FORMA, A FUNDAÇÃO BILL E MELINDA GATES ESTÁ EFETIVAMENTE OPERANDO À FRENTE DE UM CARTEL INTERNACIONAL.


Incrivelmente, Gates até financiou um relatório de 2016 do American Press Institute que foi usado para desenvolver diretrizes de reportagem que supostamente diz às redações como manter a "independência editorial dos financiadores filantrópicos". Na verdade, Gates certamente cobriu todas as suas bases. As seguintes descobertas investigativas de um dos principais órgãos de revisão de jornalismo da América devem causar preocupação aos consumidores de notícias em todo o mundo. LEIA MAIS

Fonte:https://www.nowtheendbegins.com/bill-gates-foundation-spends-millions-to-control-news-outlets-social-media-fact-checkers/

Tradução: BDN

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.