Ads Top

Papa Francisco ao lado de Bill Gates diz que vacina contra Coronavírus tem que ser ¨mundial e para todas as pessoas¨ mesmo sendo feito de partes de bebês abortados



O Papa Francisco tem apoiado elites globais como Bill Gates quando se trata de uma vacinação coronavírus, dizendo que deveria ser "universal e para todos".
Era só uma questão de tempo, e agora aqui está. O Papa Francisco oficialmente está do lado das elites globais como Bill Gates ao pedir vacinas globais do COVID, não importa que essas vacinas contenham partes abortadas de bebês. Não importa que essas vacinas sejam a arma escolhida para a Nova Ordem Mundial, e não importa que com essas vacinas GLOBAIS COVID vem a identificação digital global. Acho que todas essas reuniões de alto nível com a Microsoft no Vaticano resultaram em parcerias em vários níveis, hein? Eu acho que sim.

"E eu vi a mulher bêbada com o sangue dos santos, e com o sangue dos mártires de Jesus: e quando a vi, me perguntei com grande admiração. E o anjo me disse: "Por que você se maravilhau?". Vou te contar o mistério da mulher, e da besta que a carrie, que tem as sete cabeças e dez chifres. Apocalipse 17:6,7 (KJB)

Mês após mês,estamos assistindo os jogadores da Nova Ordem Mundial revelarem sua agenda, e para o crente bíblico nascido de novo que possui o discernimento do Espírito Santo, reconhecer o que estamos vendo é literalmente a coisa mais fácil do mundo. Mas e aquelas pessoas que não nascem de novo, e que não têm discernimento do Espírito Santo? Bem, vocês serão os únicos tomando a vacina, e recebendo os passaportes de imunidade implantáveis do ID2020.



Papa Francisco apoia vacina 'universal' COVID 'para todos', OMS emocionada
NOTÍCIAS DO SITE LIFE: Em seu discurso de quarta-feira à tarde,o pontífice argentino fez seus comentários no contexto de se opor a países ricos e pessoas que obtêm a vacina COVID.

"SERIA TRISTE SE DEMOS PRIORIDADE PARA A VACINA COVID-19 ÀS PESSOAS MAIS RICAS", DECLAROU O PAPA FRANCISCO. "SERIA TRISTE SE ESSA VACINA SE TORNASSE PROPRIEDADE DESTA OU DAQUELA NAÇÃO E NÃO FOSSE UNIVERSAL E PARA TODOS", CONTINUOU.

Críticos de vacinas, incluindo o advogado ambiental Robert F. Kennedy Jr., estão alertando que partes-chave dos testes estão sendo ignoradas no esforço para desenvolver uma vacina COVID. Os críticos alertam sobre os riscos de lesões em larga escala e outras consequências relacionadas à saúde que podem resultar de uma vacina não testada que é subitamente injetada em milhões.

No início deste ano,um cão de guarda canadense de inoculações alertou o LifeSiteNews sobre os perigos das vacinas que são desenvolvidas muito rapidamente. Ted Kuntz, presidente da Vaccine Choice Canada (VCC), uma sociedade fundada por famílias que sofreram reações ou lesões de vacinas, alertou em maio que os canadenses deveriam se preocupar com a segurança de uma vacina contra o coronavírus fabricada pela China.

Algumas autoridades, como o professor Giuseppe Tritto, especialista internacionalmente conhecido em biotecnologia e nanotecnologia, alertaram que desenvolver uma única vacina para um vírus para o qual o código genético original está sendo retido pelos chineses e que já se transformou em uma dúzia de cepas diferentes é "extremamente improvável". Isso resultou em muitos especulações sobre uma agenda ulterior por trás do impulso global para uma vacinação COVID.

ALGUNS LÍDERES DA IGREJA, COMO O ARCEBISPO CARLO MARIA VIGANÒ E O BISPO AMERICANO JOSEPH STRICKLAND,PEDIRAM AOS CATÓLICOS QUE REJEITASSEM AS VACINAS COVID DESENVOLVIDAS USANDO LINHAS CELULARES DE BEBÊS ABORTADOS.

O Papa começou seu discurso de quarta-feira dizendo que a pandemia coronavírus havia revelado a difícil situação dos pobres "e a grande desigualdade que reina no mundo". Embora o coronavírus não faça exceções entre as pessoas, disse ele, ele havia encontrado, no entanto, em "seu caminho devastador, grandes desigualdades e discriminações" e até mesmo aumentado-los.

O Papa Francisco disse que deve haver uma resposta dupla à situação: tanto a cura para o "pequeno vírus" do COVID-19 quanto a cura para o "grande vírus", "o da injustiça social, da oportunidade desigual, da marginalização e da falta de proteção para os mais fracos".

Ele observou que todos estão preocupados com as consequências sociais da pandemia e que muitos querem voltar à "normalidade e retomar as atividades econômicas". No entanto, o pontífice alertou que essa "normalidade" deve contribuir para a injustiça social e os danos ambientais.

"A PANDEMIA É UMA CRISE, E NÃO SAÍMOS DE UMA CRISE INALTERADA", DISSE ELE. "OU SAÍMOS MELHOR OU SAÍMOS PIOR."

O Papa Francisco declarou que devemos sair melhor, melhorando a justiça social e a condição do meio ambiente. "Hoje temos a oportunidade de construir algo diferente", disse ele. O diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS) ecoou publicamente as esperanças do pontífice de que os pobres do mundo sejam inoculados contra o vírus. LEIA MAIS

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.