Ads Top

Macron investirá 8 Bilhões de Euros, em plano para ajudar setor automobilístico Francês devido ao covid-19



Diante do impacto provocado pela pandemia de Covid-19 no setor automobilístico, o presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou nesta terça-feira (26) um plano de ajuda financeira no valor de € 8 bilhões. O chefe de Estado também informou que vai reforçar o sistema de bônus para a compra de veículos elétricos ou híbridos.

"O Estado contribuirá com um pouco mais de € 8 bilhões em ajudas para o setor", anunciou o presidente durante uma visita a uma fábrica da Valeo, empresa francesa que produz autopeças, no norte do país. “Trata-se de um plano de defesa de nosso emprego industrial, que vai enfrentar uma das crises mais graves de sua história. É um plano de soberania industrial automobilística (...). Mas é também um plano para o futuro do setor automobilístico do século 21”, insistiu Macron.

O montante tem como objetivo, segundo o chefe de Estado, tirar as montadoras da crise, mas também transformar a França no primeiro fabricante europeu de veículos ecológicos. Segundo Macron, o país deve chegar, em cinco anos, ao patamar de um milhão de carros “verdes” produzidos anualmente.

Para isso, o presidente pretende incentivar a fabricação, mas também a venda de carros elétricos ou híbridos. Para carburar o consumo, Macron aumentou o chamado bônus ecológico, um dispositivo que já oferece um desconto para quem escolher veículos menos poluentes.

O bônus, que atualmente é de, no máximo, € 4 mil, passará a € 7 mil para a compra de carros elétricos por particulares e € 5 mil para as empresas. Além disso, o governo vai criar uma ajuda suplementar de € 2 mil para a aquisição de veículos híbridos recarregáveis.

Ajuda a famílias modestas

Macron também prometeu reforçar o sistema de ajuda para as famílias modestas que comprarem um carro novo em troca da destruição de um veículo antigo. “Um particular que descarta seu carro poluidor movido a diesel ou gasolina receberá € 3 mil”, disse o presidente. O valor chega a € 5 mil se o veículo escolhido for elétrico, explicou.

Os anúncios de Macron eram esperados há dias. Com os pátios cheios e os estacionamentos das concessionárias lotados, o setor automobilístico contava com a ajuda do governo para enfrentar as consequências da pandemia de Covid-19. Algumas revendedoras já estavam anunciando liquidações inéditas para tentar eliminar seus estoques.   

RFI

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.