Ads Top

Turquia ataca exército Sírio após morte de 29 soldados Turcos; Israel atacam bases do Exército Sírio na província de Quneitra




Turquia ataca posições da Síria após a morte de 22 soldados turcos em Idlib.

Na sexta-feira, o governador da província fronteiriça da Turquia de Hatay,Rahmi Dogan, anunciou a morte de 29 militares turcos durante um ataque aéreo sírio em Idlib.

O líder turco Recep Tayyip Erdogan convocou uma reunião de segurança na noite desta quinta-feira, na qual participaram os chefes das agências de segurança e o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

"Nosso exército usa aeronaves e forças terrestres para disparar contra os alvos do Exército sírio", informou o chefe do Gabinete de Comunicações da Administração Presidencial da Turquia, Fahrettin Altun, em comunicado.

Segundo ele, a resposta será "múltipla".


A agência de notícias estatal síria Sana informou que helicópteros israelenses atacaram posições da força do governo na província de Quneitra a partir do espaço aéreo das Colinas de Golã, controladas por Israel.

Três soldados sírios foram feridos no ataque, segundo relatos da agência Sana.

As autoridades sírias relataram numerosos ataques aéreos realizados por Israel no território da Síria, sendo que as Forças de Defesa de Israel assumiram a responsabilidade por alguns deles.

O último ataque relatado ocorreu nesta quinta-feira (27), quando um as forças israelenses atingiram a província de Quneitra na parte síria das Colinas de Golã, matando um civil.

Anteriormente, os sistemas de defesa aérea da Síria repeliram um ataque aéreo perto de Damasco. Posteriormente, as Forças de Defesa de Israel assumiram a responsabilidade pelos ataques, dizendo que eles tinham como alvo as posições da organização Jihad Islâmica na Síria.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.