Ads Top

General Iraniano, morre após ser diagnosticado com Coronavírus; Chefe do governo contra ataca dizendo que Coronavírus é uma arma biológica dos EUA



Nasser Shabani, brigadeiro-general do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC) iraniano, faleceu na sequência da contração do COVID-19, escreveu nesta sexta-feira a agência de notícias Tasnim.

Shaabani iniciou sua carreira militar há 37 anos, se destacando durante a guerra entre o Irã e o Iraque (1980-1988). Mais tarde foi comandante da base militar de Sarallah, localizada em Teerã, relata agência.

Irã é o terceiro país com o maior número de infectados depois da China e Itália. De acordo com dados de sexta-feira, o número de casos confirmados da doença no país persa era de 11.364, dos quais 514 foram fatais.    

                                                 Seyed Mohammad Mirmohammadi (Foto Reprodução)

A infecção deixou várias vítimas na liderança da República Islâmica. No dia 2 de março faleceu Seyed Mohammad Mirmohammadi, membro da Assembleia de Discernimento da Conveniência do Sistema do Irã, órgão assessor do aiatolá Ali Khamenei.
Anteriormente o chefe do IRGC, Hossein Salami, disse que os EUA podem ser o principal culpado pelo surto de COVID-19 que atingiu a China e o Irã, entre muitos outros países.

                                                     Hossein Salami (Foto Reprodução) 

"É possível que esse vírus seja o produto de um ataque biológico da América que se espalhou inicialmente para a China e depois para o Irã e o resto do mundo", disse Hossein Salami nesta quinta-feira, conforme noticiado pela mídia estatal.

Na semana passada a mídia anunciou que o chefe dos serviços médicos de emergência do Irã estava sendo tratado por coronavírus. Inúmeras autoridades iranianas de alto nível ficaram infectadas com o vírus.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.