Ads Top



A ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, foi eleita a 'pessoa do ano' pela revista "Time" nesta quarta-feira (11). Ela ganhou fama e inspirou movimentos estudantis na luta contra o aquecimento global e em defesa da natureza. A estudante é a mais jovem a ser indicada individualmente ao título.

Em 2018, a estudante deixou de ir a aulas nas sextas em em Estocolmo para protestar contra contra o aquecimento global. O ato solitário ganhou apoio nas redes sociais e foi seguido pelo mundo sob o nome de "Fridays For Future".

Ela já discursou eventos internacionais como a COP24, a Conferência do Clima da ONU, e o Fórum Econômico Mundial.

Escolhidos em outros anos
A revista Time explica que, anualmente, solicita aos editores para que escolham uma pessoa que teve maior impacto nas notícias, boas ou más.

No ano passado, a Time escolheu jornalistas mortos e presos como “Pessoa do Ano” — em alguns casos, mais de um indivíduo recebe o título. Veja quem recebeu a homenagem da revista nos anos anteriores:

2018: Jornalistas mortos e presos

2017: Movimento de mulheres que denunciou assédio sexual

2016: Donald Trump, eleito naquele ano presidente dos EUA

2015: Angela Merkel, primeira-ministra da Alemanha

2014: Equipes de saúde que combatem o Ebola

2013: Papa Francisco

2012: Barack Obama, reeleito presidente dos EUA naquele ano

2011: Manifestantes dos protestos que ocorreram naquele ano, como primavera árabe

2010: Mark Zuckerberg, fundador do Facebook

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.