Ads Top

Ex-funcionário da Igreja Católica do Vaticano diz que Papa Francisco irá renunciar em 2020

O Jornalista Austen Ivereigh, ex-diretor de relações públicas do arcebispo de Westminster, o cardial Murphy-O'Connor, prevê a renúncia do papa para 2020 em "cumprimento de sua promessa".

"Ele [papa Francisco] deixou claro desde o início que considerava a ação do papa Bento XVI como um ato profético de grande modéstia e que ele não teria problema nenhum em fazer o mesmo", declarou Austen Ivereigh ainda em 2013.
Assim sendo, Ivereigh acredita que a renúncia do papa se dará no ano que vem.

"Eu não acho que tenha havido qualquer dúvida de que ele vai renunciar em 2020", declarou o ex-funcionário da Igreja.
Conforme publicou o portal Express, caso a renúncia se dê em 2020, a saída do papa Francisco poderia ser o "cumprimento de uma profecia" feita 880 anos atrás pelo arcebispo São Malaquias.

                                      (Papa Francisco e Austen Ivereigh - foto reprodução)

Na ocasião, o religioso fez uma viagem da Irlanda a Roma em 1139 para prestar contas de seus serviços, quando ele disse ter tido uma visão que incluía os nomes dos futuros 112 líderes da Igreja Católica.

Em referência ao 112º papa, São Malaquias teria feito alusão ao fim do mundo.

"Na última perseguição da Santa Igreja Romana reinará Pedro, o Romano, que irá alimentar seu rebanho em meio de muitas tribulações, depois do que a cidade sobre as sete colinas será destruída e o terrível Juiz julgará as pessoas. O Fim", teria dito o religioso em sua profecia.
Conforme ressalta a mídia, o pai do papa Francisco se chamava Pedro e era italiano.

Ainda de acordo com Austen Ivereigh, ex-diretor de relações públicas do arcebispo de Westminster, o cardial Murphy-O'Connor, o papa não se preocupa com a duração de seu papado.

Idade avançada
O ex-funcionário da Igreja ressaltou a idade do papa Francisco, ao passo que acredita que o religioso renunciará em 2020.

"Na idade de 79 anos, estamos falando que ele irá sair em seus oitenta, no ano de 2020. Francamente, não há muitos homens capazes fisicamente, sem falar mentalmente, de liderar uma instituição massiva com todas as demandas que o papado traz", afirmou Ivereigh.
Profecia ou armação?
Por outro lado, a dita profecia de São Malaquias tem sido alvo de polêmica. A previsão do religioso veio à tona somente em 1595 por obra do monge beneditino Arnold de Wyon.

De acordo com a mídia, a dita profecia mostrou exatidão em relação aos papas até 1590. Contudo, em relação aos papas posteriores existe uma falta de precisão, o que indica que pode ter sido uma falsificação.

Com o ¨Laudato Si¨- Marcado para 14 de Maio de 2020 saberemos o que irá acontecer. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.