Ads Top

Temer e Rodrigo Maia se reúnem com Pezão, para anunciar o reforço de mais 800 homens para atuar na segurança do Rio de Janeiro



A reunião do presidente Michel Temer com autoridades do Rio de Janeiro terminou sem um anúncio concreto de novas ações para reforçar a segurança do estado. O único anúncio feito foi do aumento de efetivo de 380 homens da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e de 620 homens da Força Nacional de Segurança Pública, mas nos dois casos, os profissionais já vêm sendo deslocados para o estado nas últimas semanas com este efetivo sendo alcançado nos próximo dias. 


Questionado sobre o fato de vários homens já terem desembarcado no Rio, inclusive com anúncios feitos pelos órgãos públicos, o governador Luiz Fernando Pezão demonstrou surpresa. - Eu não sabia - disse Pezão. O governador afirmou que o reforço permitirá combater crimes como o roubo de cargas e a entrada de armas e drogas no estado. Afirmou até que a maior presença da PRF já tinha gerado impacto na redução do roubo de cargas. Disse ainda que outras medidas foram debatidas no âmbito da segurança pública, mas que o governo federal fará anúncios sobre o tema quando o plano for implementado. Coordenador da implementação do plano no Rio, o general Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional), fez apenas um pronunciamento após a reunião, no qual afirmou que não se devem esperar medidas "midiáticas". Ele próprio tratou do aumento do efetivo de segurança da Força Nacional e da PRF como uma medida já implementada. - Não há notícias bombásticas, pirotécnicas. Não é o que buscamos. Estamos trabalhando no plano de segurança pública e concentrados na redução de criminalidade no Rio. É um plano de longo prazo, e que busca resultados específicos - disse o ministro do GSI.
Os ministros da Defesa, Raul Jungmann, e o interino da Justiça, José Levi, fizeram apenas pronunciamentos destacando que haverá um trabalho integrado na área de segurança. Nenhum dos representantes do governo federal respondeu a perguntas dos jornalistas. 

SALÁRIOS EM DIA EM AGOSTO 



O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou que é possível colocar os salários dos servidores em dia no mês de agosto. O última salário pago foi o do mês de abril. - A gente espera atualizar esses pagamentos dentro do mês de agosto – afirmou Pezão, após reunião com o presidente Michel Temer, ministros e autoridades para debater medidas na área de segurança. Para isso, será necessário fechar a operação de venda de parte das ações da Cedae e vender para uma instituição financeira a folha de pagamentos do estado. Pezão afirmou que a venda da folha deve dar ao estado um “valor significativo”.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.