Ads Top

Desde 2001, com ¨O Clone¨ que a Rede Globo não fazia um Novela com temática 100% Muçulmana



A nova novela da Rede Globo das 6, intitulada de ¨Órfãos das Terra¨ terá seu enredo baseada em uma trama onde uma Cristã, se casa com um Muçulmano. 


A história se inicia na Síria, onde Missade (Ana Cecília Costa) e Elias (Marco Ricca) vivem com seus filhos Laila (Julia Dalavia) e Khaled (Rodrigo Vidal) até serem vítimas da guerra e terem que se refugiar no Líbano. Com o irmão gravemente ferido e a família presa num campo de concentração, Laila aceita se casar com o sheik Aziz (Herson Capri) – um homem cruel e muito mais velho – em troca de dinheiro para pagar o tratamento médico. Porém, o menino falece e a moça decide fugir para o Brasil com seus pais na noite de núpcias, antes do casamento ser consumado, indo morar com seus tios, Rânia (Eliane Giardini) e Miguel (Paulo Betti). Irritado, o sheik manda Jammil (Renato Góes), seu braço-direito e noivo de sua filha, Dalila (Alice Wegmann), buscar a moça e trazê-la a força, porém os dois acabam se apaixonando e se tornam fugitivos da família Abdallah. Aziz e Dalila decidem vir ao Brasil para garantir que seus respectivos casamentos sejam cumpridos com os capangas da família: Fauze (Kaysar Dadour) é completamente leal às ordens do patrão; Youssef (Allan Souza Lima) é sobrinho do sheik e obcecado em Dalila; já Houssein (Bruno Cabrerizo) é primo de Jamil e passa informações para ele sem que ninguém saiba, além de viver um romance secreto com Soraia (Letícia Sabatella), a primeira esposa submissa e temerosa do sheik.

Bruno (Rodrigo Simas) é rapaz bondoso que sai de casa para não depender mais dos pais, Norberto (Guilherme Fontes) e Teresa (Leona Cavalli), indo morar com a namorada Valéria (Bia Arantes), uma moça ambiciosa que aceita dinheiro dos sogros para manipular o rapaz à fazer o gosto da família. Ele, no entanto, se apaixona por Laila, prima de sua namorada, decidindo escrever um livro sobre os refugiados e ajudando-a a adaptar-se aos costumes brasileiros. Enquanto isso, Dalila se mostra uma mulher sórdida e perversa, contando com a ajuda do mercenário Thiago (Carmo Dalla Vecchia) para atentar contra a vida de Laila. Além de Valéria, Rânia e Miguel também são pais de outras três filhas: Zuleika (Emanuelle Araújo), que foi mãe na adolescência de Cibele (Guilhermina Libanio) e sofre represálias da família por se envolver com o delegado Almeidinha (Danton Mello); Aline (Simone Gutierrez) é casada com Caetano (Glicério do Rosário) e mãe de Benjamim (Filipe Bragança) e Artur (Rafael Sun), mas sempre sonhou em ter uma menina, adotando a órfã refugiada Yasmin (Letícia Carnaval) sem saber que mãe dela, Mágida (Ana Guasque) está viva e a procura da filha; já Camila (Anaju Dorigon) é uma jovem fútil que faz de tudo para subir na vida e pratica bullying com a sobrinha – que tem quase sua idade – por ela ser gorda.

Ainda há outras histórias, como do judeu Jacó (Osmar Prado), que vive em guerra com o vizinho palestino Mamede (Flávio Migliaccio) pelas diferenças culturais, mas começa a refletir sobre a vida quando padece de uma doença que o deixa acamado. Morando na mesma rua, Ester (Nicette Bruno) faz de tudo para casar o filho Abner (Marcelo Médici), um jornalista que nunca levou jeito com as mulheres, com a neta de Jacó, Sara (Veronica Debom), embora ela rejeite o jeito atrapalhado dele, criando cômicas situações. Letícia (Paula Burlamaquy) é a médica responsável pelo Centro Boas-Vindas para refugiados, contando com o auxílio de Benjamin como professor de português de Martin (Blaise Musipere), Davi (Eduardo Mossri) e Marie (Eli Ferreira). Já Elias começa se afastar gradativamente da esposa por ela não se adaptar aos costumes brasileiros, se envolvendo com a psicóloga Helena (Carol Castro), que faz de tudo para seduzi-lo e acabar com o casamento.


O Multiculturalismo irá vir com força total na novela, a atriz Alice Wegmann se caracterizou igual uma blogueira muçulmana: 


 A influência vem do outro lado do oceano: da blogueira muçulmana Dina Torkia. A jovem inglesa por ter nascido na Inglaterra, mas de ascendência árabe mostra seus looks em cliques incríveis, também é youtuber e tem mais de 2 milhões de seguidores em suas redes sociais. “O figurino foi inspirado nela”, entrega Wegmann.

Se esse novela Órfãos da terra ter o mesmo engajamento da primeira novela muçulmana da globo: O Clone, com certeza irá deixar felizes uma certa gama de pessoas. Respeitar as culturas de outros povos não é ruim, o problema está em promover o Multiculturalismo, que é uma forma de um determinado País perder a sua forma e origem, aderindo uma nova prática do tal povo. 

E como a gente conhece a maioria dos Brasileiros, se Órfãos da Terra ¨cair no gosto popular¨ o que vai ter de gente achando que os muçulmanos só, são mal interpretados não vai está no Gibi. 

A ¨religião¨ da paz, foi a que mais matou pessoas ao redor do mundo desde 2001, bem estranho a Globo voltar à fazer uma novela de cunho Muçulmanos, depois de tantas tragédias, homens bombas e etc nos últimos anos. 

Com certeza a Globo está afim de promover o Crislã, o Crislã é a fusão do Cristianismo e do Islamismo. E isto ficará evidente, quando a personagem Laila vivida pela atriz Julia Dalavia que é um Cristã residente na Síria, irá vir morar no Brasil para conseguir continuar amando o seu futuro marido Jamil que é um Muçulmano-Libanês, vivido pelo ator Renato Góes. 


                    Julia Dalavia (Laila)  e Renato Góes (Jamil) - Foto Reprodução/ Órfãos da Terra


 Desta forma a Rede Globo irá promover não somente no Brasil, mas sim também pela Globo Internacional, uma novela que fará que alguns Brasileiros sejam mais receptivos com os refugiados. Na Novela não terá apenas refugiados vindos da Síria (País onde ainda há muitos Cristãos) Mas sim Países onde ainda os Muçulmanos são Maioria, como Haiti, Líbano, Sudão, Irã, e outros. 


                            Thelma Guedes e Duca Rachid - Foto Reprodução 

Lembrando também que a Novela está sendo escrita por Thelma Guedes e Duca Rachid ambas ganharam um Emmy Internacional em 2014 pela novela Joia Rara. 

A uma Agenda Global para ser seguida, basta ver o que a ONU pretende com sua agenda 2030, e não é atoa que qualquer ato criminoso que alguns muçulmanos venham fazer em breve não poderão ser acusados. 

Os extremistas Muçulmanos estão no meio de refugiados sim, e há uma grande diferença entre Imigrantes e Refugiados. Imigrantes contribuem com aquele País escolhido para viverem. Já Refugiados precisam de ajuda do Governo daquele País, e alguns (Não todos) preferem o caminho mais fácil, como o mundo do crime. 

Recentemente foi descoberto que alguns refugiados do Haiti, estavam vendendo celulares roubados nas ruas de SP. 

A novela Órfãos da Terra já vem com um título do quanto eles são bonzinhos, precisam de um País que os acuda. É por isso que muitas das atuais novelas da Globo não passam de puras Engenharias Sociais para controlar e manipular a informação pública de muitos. 

Por isso criam títulos de Discurso de ódio e etc. Querem que a maioria dos Países percam sua raíz construída por seus ancestrais. Órfãos da Terra irá promover o Multiculturalismo em Lares Brasileiros. 

*Em breve mais informações sobre Órfãos da Terra, em outros posts fique ligado.*

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.