Ads Top

Criador do Vine anuncia em seu perfil no Twitter, que o VINE pode ganhar uma versão 2.0

O Twitter comprou o Vine em 2012 mas anunciou a sua extinção quatro anos depois REUTERS/KACPER PEMPEL






A vida do Vine, um serviço de compartilhamento de vídeos de seis segundos, foi mais do que agitada, atingindo o céu e o inferno em pouco tempo. Nem mesmo depois da sua extinção a plataforma deixa de ser tema de conversa.
Começando por ser uma pequena startup fundada em 2012, o Vine foi adquirido pelo gigante Twitter nesse mesmo ano e ainda antes de ter sido oficialmente lançado. Mas, no ano passado, a rede social anunciou a extinção da plataforma, decisão integrada numa estratégia de redução de custos.
Na semana passada, Dom Hofmann, co-fundador do Vine, utilizou o precisamente Twitter para informar os internautas que estava  trabalhando “na continuação do Vine”. Ficou no ar a dúvida se este não passava apenas de um sonho de Hofmann ou de um projeto real.






Nesta quarta-feira, a possibilidade do regresso da plataforma de vídeos curtos voltou a ganhar força. Hofmann voltou a tweetar: “v2”, escreveu desta vez, com uma imagem que aparenta ser já o logótipo do Vine versão 2.






Além destas duas publicações no Twitter, nada se sabe. Por isso, o que será este novo Vine é ainda é um mistério.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.