Ads Top

Avon promovendo a ideologia de gênero: ¨Não chame sua filha de princesa¨




[Imagem: Screen-Shot-2016-06-28-at-7.54.43-PM.png]

O documentário “Repense o Elogio”, usado pelo Fantástico como base de sua matéria que mostrava a ideologia de gênero como “brincadeira de criança” foi patrocinado pela Avon.

A empresa de cosméticos nos últimos anos já vinha fazendo campanhas que apostavam no “gênero neutro” para maquiagem e no chamado marketing de lacração, que usa pautas liberais como mote principal.

Após a repercussão negativa da matéria do Fantástico e da campanha fracassada do sabão em pó OMO os internautas conservadores estão denunciando a Avon por ter bancado a produção do documentário dirigido por Estela Renner.

No Youtube, o vídeo já acumula quase 10 mil “não gostei”. Na descrição, afirma que o objetivo é fazer “a reflexão sobre a maneira como os filhos e filhas são elogiados”. Contudo, há cenas onde claramente promove uma troca de lugares, com meninos se vestindo como meninas e meninas rejeitando a feminilidade.

O material também tem um viés feminista, nada apropriado para crianças, onde mostra que as meninas deveriam receber os mesmos elogios. Ou seja, ao invés de “lindas, princesas e delicadas”, deveriam, como os meninos serem “fortes, inteligentes e corajosas”.


No finalzinho do documentário, a mensagem deixada na tela é clara: “o que você diz às meninas hoje, influencia quem elas serão amanhã.”




Quando vi o vídeo da Avon falando que as meninas são elogiadas de "princesas" e os meninos de "inteligentes" e "corajosos" eu não vi maldade alguma, até porque falemos a verdade: Ninguém chega em uma adolescente ou criança, menina, e diz "Minha nossa como você é engenhosa" ou " Menina como você é forte e atlética". Logo que vi este trecho eu pensei: Realmente, a gente geralmente chama as meninas de princesas e só.

A coisa começou a mudar de rumo quando começou alguns cometários das próprias crianças, como: 

"Dizem que você é bonita para manter o padrão que você deve se casar e cuidar de casa" 

QUE?

Depois veio alguns comentários nada a ver sobre cor de pele e cabelo e por ultimo um menino dançando balé e outro trocando de balão com uma menina,onde ele fica com o balão da Minnie e ela do Mickey.

Na minha opinião, como amante de histórias de Rainhas e Princesas, chamar uma menina de princesa não é aparência ainda que façam somente por ela ser bonita.Ser uma princesa é ter o porte de uma governante e é claro que espera-se que seja bonita como o esteriótipo de uma princesa manda. Para mim, toda menina deve ser chamada de princesa porque ela será a Rainha do seu próprio lar e isso é um peso incrivelmente sério. 

Outra coisa que quero destrinchar aqui: Eles falam que princesas geralmente são brancas, cabelo liso,olhos claros, loiras. Se você levar em conta que as histórias de princesas da Disney, em sua maioria, se passa na França e na Alemanha, sinto muito mas você não verá nenhuma negra e a mesma história é muito famosa por causa dos Irmãos GRIMM,logo será perpetuada desta forma. Por último a Disney já abordou princesas negra, indígena , ruiva rebelde fora do esteriótipo de princesa,princesa que deixa de ser desenho para virar humana. O fato é que de todas elas, somente 3 são as de grande peso: Aurora - Cinderela - Branca de Neve. Isso por acaso é racismo? 

Apresentações feitas, agora entenda o caso do vídeo empoderado da Avon.








Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.