Ads Top

Equador abre as portas para receber refugiados da Venezuela


O governo do Equador informou na última quinta-feira (23) que abriu um corredor humanitário para que os venezuelanos em seu território possam se deslocar com segurança para outros países.

Quito classificou como “desumano” o fato da ditadura de Nicolás Maduropermitir a saída de milhões de cidadãos devido a problemas econômicos e políticos.
Cerca de 600 mil venezuelanos entraram no território equatoriano este ano, dos quais 80% cruzam o país andino rumo ao Peru e outros países da região, fugindo dos problemas sofridos pela Venezuela.
A secretária de Gestão de Riscos, Alexandra Ocles, declarou:
Foi estabelecido um corredor humanitário que facilita a mobilização da população venezuelana de Rumichaca para Huaquillas. Há uma população que tem Peru ou Chile como destino final e precisa ser transferida.
O corredor humanitário incluirá a mobilização de venezuelanos que estão no Equador – muitos deles irregularmente depois que entraram no país sem passaporte – com proteção policial na estrada e atenção integral nas áreas de fronteira.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.